5 de novembro de 2010

O Sindi e sua região de origem


Casal de Sindi - foto de 1952
          Há muita divergência quando à grafia do nome desta raça zebuína. Wallace, em 1888, usou o termo Sindi ao passo que o capitão R. W. Little-Wood escreveu em seu livro de uma forma um pouco mais complicada: Scindh. Os autores modernos de língua inglesa chamam a raça de Red Sindhi, expressão que veio a ser adotada pelos zootecnistas da F.A.O., Ralph Phillips e N. R. Joshi.
            No Brasil, apesar de algumas citações ao termo Red Sindhi e a exemplo do já aconteceu com outros zebuínos aqui adaptados, o Sindi já se firmou entre criadores, técnicos e admiradores da raça.
De acordo com os estudos de Olver, Ware, e Phillips, revistos e completados por Joshi, e Phillips, a raça Sindi está enquadrada no Grupo III ou terceiro tipo básico de gado indiano. O gado do Grupo III é de constituição pesada, atarracado, com barbela ampla e umbigo pendente, fronte convexa, chifres de inserção lateral ou saindo para trás, e encurvados. A pelagem predominante é a vermelha e suas variantes, amarela ou parda, sendo freqüentemente os animais malhados ou pintados.
            O gado Sindi, embora represente um tronco puro, assemelha-se ao Gir do oeste da Índia, ao Sahiwal do Pundjab e ao gado vermelho do Afeganistão. Devido aos deslocamentos das tribos nômades de criadores, sofreram, em algumas regiões, cruzamentos com o Gir.
A raça Sindi é originaria da região chamada de Kohistan, na parte norte da província de Sind, no atual Paquistão. A maioria dos autores incide em um erro quando diz ter a raça sua origem da zona de Karachi e Hyderabad. Nessas áreas e na margem esquerda do rio Hindus é encontrado grande número de animais em alta produção de leite, o que tornou a raça conhecida e apreciada, mas esses exemplares são importados dos distritos do Kohistan.
            A variedade Las Belas, talvez a mais pura linhagem da raça, é encontrada no estado do mesmo nome, no Beluchistão, sendo muito semelhante ao gado vermelho do Afeganistão do qual, na opinião de Olver, deriva o Sindi. Devido, porem, a extensão territorial do rebanho Sindi, pode-se observar uma certa variedade de tipos, fora da sua zona de origem, e, por essa razão,quando se trata da escolha de reprodutores puros, há tendência de ir buscá-los em Las Belas.
            A região de origem do Sindi é plana e baixa no sul, mas montanhosa no norte e a oeste, com altitudes de 900 a 1.300 metros. A zona de Kohistan se estende por grandes vales situados entre cordilheiras que se prolongam em direção norte-sul. O solo varia, predominando os pedregosos e os arenosos. As culturas dependem dos mananciais das montanhas. Estas estão geralmente desprovidas de vegetação e sua composição é em grande parte de pedra calcárea.
            O clima da região do Sindi é tipicamente semi-árido, com precipitações anuais variando de 250 a 300 milímetros, com chuvas concentradas entre julho e outubro e raras nos demais meses. As temperaturas da região variam bastante; máxima absoluta de 46 a 48°C e mínima absoluta de 1,6° a 4,5°C.
As culturas da região dependem do solo e das facilidades de irrigação, sendo as principais o arroz, sorgo, leguminosas, trevos, trigo, linho e algodão. A palhada destas culturas constituem a maior parte da alimentação do gado e praticamente não há campos ou pastagens artificiais por causa dos rigores do clima e da baixa fertilidade dos solos.
Devido à escassez de chuvas e ao fato destas se concentrarem em três meses, é curto o período de crescimento das forrageiras, encontradas em pequena quantidade e unicamente de agosto a outubro. As espécies de gramíneas mais comuns são Eleusine flagellifera, Cynodon dactylon e Paspalum sanguinale. Há outras variedades de gramíneas que se tornam rapidamente duras, ásperas e lenhosas; costuma-se segar o excedente de forragens, mas elas não resultam palatáveis nem nutritivas.
Como se vê, o Sindi foi forjado nas duras condições dos pré-desertos asiáticos, o que conferiu a esta nobre raça rusticidade de sobra para se adaptar as condições climáticas de todas as regiões tropicais do planeta e nelas produzir – faça chuva ou faça sol.

Paisagem típica do Koistan - berço da raça Sindi.

Um comentário:

Sindi do RN disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa